Como vimos na matéria do mês passado, a tarefa de saber o custo de uma construção não é simples, mas é fundamental para o sucesso do empreendimento. O orçamento e suas composições de custo compõem o documento inicial para pautarmos o planejamento da obra. Não basta orçar, precisamos garantir que orçamento seja efetivado.  É necessário cumprir com o estabelecido ou, em caso da necessidade de alterações durante a execução da obra, termos ciência do impacto dessas alterações no orçamento. Essa é a premissa do planejamento. Muitas obras, inclusive as que possuem uma meta traçada, se desviam do objetivo durante a execução. Esses desvios costumam causar grandes prejuízos a seus proprietários. É comum vermos obras paralisadas ou, até mesmo, empresas comprometendo seu caixa em função do descontrole no processo de execução de uma obra. Na etapa de planejamento, discriminamos as expectativas físicas e financeiras. O principal documento de um planejamento é o cronograma, que estabelece de maneira simples uma representação gráfica das datas planejadas e do desenvolvimento das atividades. Além do orçamento, que é nossa expectativa de desembolso ou financeira, precisamos de uma meta de prazo de execução para compor o cronograma.

PRAZO DE EXECUÇÃO?????

Sei que muitas pessoas que passaram pela experiência de construir um imóvel vão dizer que não temos como definir o prazo de execução da obra. Geralmente o que ocorre é a construção de uma falsa expectativa, motivada por informações passadas aos proprietários, sem que haja o mínimo de cuidado com essas datas. O planejamento é um documento que compatibiliza as expectativas de prazo de execução, dimensiona as equipes para cada etapa, fornece as datas de aquisição dos materiais de acordo com o prazo de entrega e, principalmente, identifica os desvios durante a execução. Todas as informações são analisadas para tomarmos decisões rápidas e eficazes, evitando surpresas desagradáveis.

É preciso praticar a engenharia. A utilização das ferramentas de controle diminui os custos com a execução das obras e garante qualidade no produto final. Por falar em QUALIDADE, acompanhe nossas próximas matérias. Traremos ferramentas para garantirmos a qualidade na execução e no pós-obra, para os interessados em construir ou manter suas edificações.